Últimas Notícias
Home / Clube do Baixinho Invocado / Não serve para todo mundo

Não serve para todo mundo

Não encaixa

“vamos te alugar um bom carro, mas é preciso que você saiba dirigir e saiba onde ir”

A ideia é muito simples, uma ótima proposta, mas NÃO FUNCIONA PARA TODO MUNDO.

Supondo que você represente uma pequena ou micro empresa ou profissional liberal (como fazem as grandes empresas?), para que o seu projeto seja competitivo na internet, além da imprescindível assessoria que nós oferecemos, você precisa “colocar a mão na massa”.

Ou ter alguém que faça isso para você:: ou você dirige o carro ou alguém vai ter que dirigir prá você.

Temos uma longa experiência nessa área, podemos afirmar, sem nenhuma dúvida, que sem qualquer um dos dois elementos abaixo, não teremos sucesso (nesse formato que estamos propondo):

  1. Tem que escrever. Esse é um detalhe vital. Em média, os textos tem entre 1 a 2 mil caracteres.
  2. Tem que “abraçar” a tecnologia. É preciso administrar o site, publicar artigos, responder contatos de clientes, comentários, etc.

Nós ensinamos tudo, temos uma área de treinamento e oferecemos um fórum para suporte personalizado.

Não serve para todo mundo..

.. se redigir textos não é a sua praia, tecnologia te assusta, você não tem ninguém para lhe ajudar nesse sentido, e NÃO tem disposição para aprender, sejamos francos: este serviço não vai te ajudar..

Claro, você terá um site bonito e funcional, mas é grande a chance do seu projeto ser facilmente superado pelos concorrentes (no quesito visibilidade na internet, no final das contas é o que interessa)..

O que pode fazer um site que não tem visibilidade?

Quero mais detalhes sobre:

Dúvidas

o trabalho que será desenvolvido
os custos e formas de pagamento
porque essa aprovação de filiados?
meus direitos sobre o site e relações de consumo
tenho outras dúvidas

Inscreva seu projeto

Grandes empresas tem empregados para tudo.

Existem especialistas para criação e manutenção do site, administração de banco de dados, banco de imagens, designers, marketeiros, jornalistas, editores e mais um monte de outros empregados. Muita grana.

Não é a nossa praia, ok? Nós vamos te ensinar coisas. Mas é você ou preposto que terá que fazer.